Política de Privacidade

Política de Privacidade

Privacidade é o direito de todos à reserva de suas informações particulares.

A ENGEFORM, dona do Coworking São Paulo, zela pela privacidade de seus colaboradores e demais públicos (parceiros, clientes, prospects, candidatos a vagas, etc.) com os quais se relaciona e dos quais captura dados, por isso deseja que todos estejam familiarizados com a forma como coleta, utiliza e divulga essas informações.

Para manter o compromisso de ser uma empresa transparente e que atua em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), assim como para demonstrar a responsabilidade com que trata os dados pessoais e demais informações dos públicos mencionados acima, a ENGEFORM desenvolveu essa Política de Privacidade para o Coworking São Paulo.

Além deste documento, que apresenta quais informações são capturadas, a ENGEFORM criou outras ferramentas, mecanismos de controle e medidas administrativas para assegurar a proteção dos dados com os quais trabalha, pelo Coworking São Paulo. Caso o titular do dado (pessoa física) tenha dúvidas sobre como suas informações pessoais são tratadas, a empresa oferece canais para esclarecê-las.

 

DIREITOS DO TITULAR DOS DADOS

O titular dos dados pessoais tem os seguintes direitos:

  • Confirmar a existência de tratamento: o titular dos dados pessoais pode solicitar ao Coworking São Paulo a confirmação de que seus dados pessoais estejam sendo processados;
  • Acessar os dados pessoais: o titular pode solicitar ao Coworking São Paulo a demonstração de quais dados seus estão armazenados;
  • Corrigir dados pessoais: o titular pode solicitar a correção ou a complementação de dados pessoais incompletos, inexatos ou desatualizados. Para isso, ele precisa encaminhar alguma evidência legítima que comprove a informação;
  • Pedir anonimização, bloqueio ou eliminação: caso o titular entenda que o seu dado pessoal esteja sendo tratado de forma inadequada ou fora dos padrões das leis aplicáveis, ele pode solicitar anonimização, bloqueio ou eliminação da informação. Esta ação pode ser feita se comprovado o excesso, a falta de necessidade ou a não conformidade com as leis aplicáveis;
  • Pedir informação de compartilhamento dos dados pessoais: não havendo impedimento jurídico, o titular pode solicitar ao Coworking São Paulo que informe com quais terceiros compartilha dados pessoais e o motivo do compartilhamento;
  • Pedir revogação: caso o titular tenha dado consentimento para tratamento dos seus dados pessoais, ele pode solicitar a revogação desse consentimento, desde que não impossibilite o uso das funcionalidades do serviço oferecido;
  • Pedir portabilidade: o titular tem o direito de solicitar uma cópia dos seus dados pessoais que estão com ao Coworking São Paulo e transmiti-los a terceiros.

Voltar ao sumário

 

CANDIDATURA À VAGA DE EMPREGO

Esta seção apresenta como são tratados os dados pessoais de quem se candidatou a vagas para atuar no Coworking São Paulo, participou de um evento de recrutamento ou passou por um processo de avaliação.

Assim como toda a Política de Privacidade, esta seção será revisada, periodicamente, pelo Comitê de LGPD da ENGEFORM, que controla o Coworking São Paulo.

O objetivo do tratamento destes dados pessoais

O Coworking São Paulo coleta os dados pessoais para avaliar o perfil dos candidatos que almejam uma vaga na empresa. Após passar pela avaliação e recrutamento, a pessoa poderá assumir um cargo na empresa.

Como o Coworking São Paulo coleta esse tipo de dado pessoal

O Coworking São Paulo faz a coleta desse tipo de dado pessoal por meio de:

  • Contato direto do candidato com o Coworking São Paulo via telefone, e-mail, carta e sites (www.coworkingsaopaulo.net e páginas de recrutamento);
  • Alguma indicação pessoal;
  • Indicação de prestadores de serviços, como empresas de Headhunting;
  • Ferramentas públicas, como o LinkedIn.

Dados pessoais tratados pelo Coworking São Paulo

Após a coleta dos dados pessoais de candidatos, o departamento de Desenvolvimento Humano e Organizacional (DHO) da ENGEFORM, que controla o Coworking São Paulo, realiza a análise deles, respeitando os limites da lei, e pode armazenar dentro da base de dados da empresa:

  • Nome;
  • Sobrenome;
  • Data de nascimento;
  • Endereço no LinkedIn;
  • E-mail pessoal;
  • Telefone celular pessoal;
  • Telefone fixo pessoal ou para contato;
  • Endereço;
  • CEP;
  • Histórico profissional;
  • Experiência profissional;
  • Histórico acadêmico;
  • Dados dos pais ou representantes legais e autorização de uso, em casos de menores de idade.

Se o Coworking São Paulo tiver outros dados do candidato, conforme exigência do escopo da vaga, eles foram fornecidos com o consentimento do titular e receberão o mesmo tratamento, de acordo com a legislação vigente e aplicável.

Pré-avaliação do candidato: após a abertura de uma vaga no Coworking São Paulo o departamento de recrutamento realiza a pré-avaliação dos candidatos, já utilizando os dados que estão disponíveis. Antes de ofertar a oportunidade, a área responsável pode confirmar as informações fornecidas pelo candidato por meio do contato com os empregadores atuais ou anteriores e instituições de ensino.

Contratação: são solicitadas as seguintes informações do candidato aprovado para a inclusão nos documentos de administração de pessoal (e-social) e folha de pagamento:

  • Nome;
  • Sobrenome;
  • Data de nascimento;
  • E-mail pessoal;
  • Celular pessoal;
  • Telefone fixo ou para contato;
  • Endereço;
  • CEP;
  • Certificados acadêmicos;
  • Ordens de serviços sobre segurança e saúde no trabalho;
  • Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) Admissional;
  • Dados da Carteira de Trabalho (CTPS);
  • RG;
  • CPF;
  • Título de eleitor;
  • Reservista;
  • Número de PIS;
  • Dados bancários;
  • Nome da mãe e data de nascimento;
  • Nome dos filhos e data de nascimento;
  • Nome do cônjuge e data de nascimento;
  • Nome e data de nascimento de dependentes legais no Imposto de Renda;
  • Cópia da certidão de nascimento dos filhos menores de 14 anos;
  • Cópia da carteira de vacinação dos filhos menores de 14 anos;
  • Cópia da certidão de nascimento/casamento/união estável/marital;
  • Registro profissional (CREA/CRM/CRA/OAB);
  • Comprovante de escolaridade e cursos;
  • CNH;
  • Dados dos pais ou representantes legais e autorização de uso, em casos de menores de idade.

Após a contratação da pessoa física como funcionária, jovem aprendiz, estagiária ou prestadora de serviços, o regimento aplicável aos seus dados será a Política de Proteção de Dados de uso interno da ENGEFORM, controladora do Coworking São Paulo.

Dados pessoais sensíveis

Se necessário, o Coworking São Paulo pode coletar dados denominados sensíveis de colaboradores contratados. Também podem ser solicitados dados sensíveis a pedido de entidades fiscalizadoras e reguladores, sempre de acordo com os parâmetros legais. Nesse caso, não é necessária a autorização do titular.

Voltar ao sumário

 

CLIENTE

Esta seção apresenta como o Coworking São Paulo faz a coleta e o tratamento de dados pessoais dos titulares que representam os clientes.

Assim como toda a Política de Privacidade, esta seção será revisada, periodicamente, pelo Comitê de LGPD da ENGEFORM, que controla o Coworking São Paulo.

Objetivo do tratamento desses dados pessoais

Todas as informações coletadas pelo Coworking São Paulo são, dentro dos limites da lei, tratadas para gerar resultados positivos e promover a melhoria contínua da prestação de serviços aos clientes. O Coworking São Paulo pode utilizar essas informações para:

  1. Pesquisas e desenvolvimento ou melhoria de produtos e serviços;
  2. Execução do contrato assinado entre as partes;
  3. Enviar correspondências físicas e eletrônicas sobre assuntos pertinentes ao contrato;
  4. Gestão de marketing, que abrange a manutenção e realização de contatos com clientes atuais e potenciais, gestão de contas, atendimento aos clientes, além do desenvolvimento, execução e análise de pesquisas de mercado e estratégias de marketing/vendas;
  5. Atender aos requerimentos legais e regulatórios;
  6. Organização e gestão de negócios;
  7. Preservação da segurança interna no espaço do Coworking São Paulo;
  8. Instrumentos jurídicos.

Como o Coworking São Paulo coleta esse tipo de dado pessoal

O Coworking São Paulo faz a coleta desse tipo de dado pessoal por meio de:

  • Prospecção com diferentes ferramentas, sites e agências de Marketing & Comunicação;
  • Networking da equipe comercial;
  • Referência e indicação de clientes ou terceiros;
  • Interessados em alugar algum espaço no Coworking São Paulo que entraram em contato com a empresa;
  • Eventos organizados pelo Coworking São Paulo ou promovidos por outras empresas do mesmo segmento ou não;
  • Por meio dos sites: coworkingsaopaulo.net/;
  • Campanhas e ações realizadas nos canais digitais da ENGEFORM (LinkedIn, Facebook e Instagram) e do Coworking São Paulo;
  • Momento de acesso e permanecia em algum dos locais do Coworking São Paulo.

Dados pessoais tratados pelo Coworking São Paulo

O Coworking São Paulo coleta os seguintes dados pessoais dos titulares que representam seus clientes:

  • Nome;
  • Sobrenome;
  • Nome da empresa em que trabalha;
  • E-mail corporativo;
  • E-mail pessoal;
  • Telefone corporativo;
  • Telefone celular;
  • CPF;
  • RG ou RNE;
  • Cargo;

Endereço do LinkedIn, Facebook e/ou Instagram.

Voltar ao sumário

 

FORNECEDOR E/OU PARCEIRO COMERCIAL

Esta seção apresenta todos os dados pessoais tratados pelo Coworking São Paulo de titulares que representam fornecedores ou parceiros comerciais contratados.

Assim como toda a Política de Privacidade, esta parte será revisada, periodicamente, pelo Comitê de LGPD da ENGEFORM, , que controla o Coworking São Paulo.

O objetivo do tratamento desses dados pessoais

Todas as informações coletadas pelo Coworking São Paulo referentes aos fornecedores e parceiros comerciais contribuem para o devido desenvolvimento operacional da empresa e poderão ser utilizadas para:

  1. Pesquisas e desenvolvimento ou melhoria de produtos e serviços;
  2. Execução do contrato assinado entre as partes;
  3. Gestão de marketing, que abrange a manutenção e realização de contatos com clientes atuais e potenciais, gestão de contas, atendimento aos clientes, além do desenvolvimento, execução e análise de pesquisas de mercado e estratégias de marketing/vendas;
  4. Organização e gestão de negócios;
  5. Ao momento de acessar e permanecer em algum dos locais do Coworking São Paulo;
  6. Instrumentos jurídicos.

Como o Coworking São Paulo coleta esse tipo de dado pessoal

O Coworking São Paulo faz a coleta desse tipo de dado pessoal por meio de:

  • Site www.coworkingsaopaulo.net;
  • Indicação de um usuário, fornecedor, parceiro comercial ou cliente;
  • Colaboradores da ENGEFORM;
  • Ferramentas de busca;
  • Redes sociais (LinkedIn, Facebook e Instagram).

Quais dados pessoais são tratados pelo Coworking São Paulo

O Coworking São Paulo coleta os seguintes dados pessoais dos titulares que representam fornecedores e parceiros comerciais:

  • Nome;
  • Sobrenome;
  • Cargo;
  • Data de nascimento;
  • E-mail corporativo e/ou pessoal;
  • Telefone celular pessoal;
  • RG ou RNE;
  • CPF

Voltar ao sumário

 

INSTALAÇÕES DO COWORKING SÃO PAULO

Esta seção apresenta como o Coworking São Paulo faz o tratamento dos dados pessoais coletados de terceiros que acessam as instalações da empresa. Ela não se aplica a colaboradores, pois eles já seguem as políticas e processos internos.

Assim como toda a Política de Privacidade, esta seção será revisada, periodicamente, pelo Comitê de LGPD da ENGEFORM, que controla o Coworking São Paulo.

O objetivo do tratamento desses dados pessoais

O Coworking São Paulo solicita dados pessoais das pessoas que visitam suas instalações com o objetivo de manter os devidos protocolos de segurança, e pode utilizar essas informações para:

  1. Controlar a entrada e saída de visitantes em suas instalações;
  2. Controlar convidados dos usuários do Coworking São Paulo;
  3. Manter a segurança patrimonial;
  4. Atender ao requerimento regulatório;
  5. Atender ao requerimento de órgãos relacionados à administração pública.

Como o Coworking São Paulo coleta esse tipo de dado pessoal

O Coworking São Paulo coleta esse tipo de dado pessoal na portaria da instalação, no momento da entrada da pessoa.

Quais dados pessoais são tratados pelo Coworking São Paulo

O Coworking São Paulo pode coletar dados pessoais de visitantes que vão acessar as instalações da empresa. Entre os dados pessoais que podem ser coletados estão:

  • Nome;
  • Sobrenome;
  • RG;
  • CPF;
  • Nome da empresa;
  • Horário de entrada e saída;
  • Funcionário da empresa que marcou a reunião;
  • Andar da empresa que vai visitar;
  • Fotografia.

Voltar ao sumário

 

 

CANAL DE PRIVACIDADE

Caso tenha algum problema, dúvida, reclamação ou pedido a respeito do tratamento dos dados pessoais, o titular pode entrar em contato pelo formulário ou enviar uma carta para o Encarregado de Dados (DPO), localizado no seguinte endereço: Av. Brigadeiro Faria Lima, n. 1931, 4º andar / São Paulo – SP / CEP: 01452-000.

Esse canal é um meio de comunicação para denúncias de casos de descumprimento das regras estabelecidas nesta Política de Privacidade e para esclarecimento de dúvidas.

Vale lembrar que determinadas requisições podem ser legalmente rejeitadas por motivos formais (incapacidade de comprovar identidade) ou legais (pedido de exclusão de dados cuja manutenção é de livre exercício de direito da ENGEFORM, que controla o Coworking São Paulo.

Voltar ao sumário

 

USO DE COOKIES

O Coworking São Paulo utiliza cookies para facilitar a navegação e a interação dos usuários seu endereço na internet (www.coworkingsaopaulo.net) e demais ferramentas web. Com isso, consegue melhorar a qualidade e a experiência em suas plataformas.

O Coworking São Paulo pode utilizar cookies para diversos propósitos, incluindo:

  • Mapeamento das preferências do usuário/visitante;
  • Armazenamento de informações relacionadas às atividades do usuário nos sites;
  • Coleta de informações que podem ser usadas para oferecer ao usuário conteúdo de forma personalizada;
  • Coleta de informações para o disparo de e-mails marketings, malas diretas e outros materiais sobre o Coworking São Paulo;
  • Coleta de informações para a análise do perfil de usuários que visitam o site, como localização geográfica, produtos e serviços mais buscados etc.;
  • Coleta e armazenamento das informações de profissionais interessados em trabalhar no Coworking São Paulo.

O usuário pode desativar os cookies configurando as preferências do seu navegador. No entanto, essa ação pode impedir o funcionamento de certos serviços.

Voltar ao sumário

 

PERÍODO DE ARMAZENAMENTO DOS DADOS

O Coworking São Paulo armazena os dados pessoais coletados pelo período durante o qual precisar utilizá-los e em conformidade com a legislação brasileira, e os elimina apropriadamente a pedido do titular ou quando não forem mais necessários.

O período de armazenamento varia conforme o propósito do tratamento dos dados pessoais. O Coworking São Paulo respeita as regulamentações e/ou outros requerimentos legais que determinam um período específico de retenção para certas categorias de dados, como informações para o E-Social, Receita Federal etc.

Quando os dados do titular não forem mais necessários para o processamento dos propósitos mencionados nesta Política de Privacidade, eles serão excluídos ou anonimizados.

O Coworking São Paulo retém até o tempo de encerramento do processo dados pessoais que sejam primordiais para atender a uma intimação ou outra questão legal.

Voltar ao sumário

 

MUDANÇAS NA POLÍTICA DE PRIVACIDADE

A ENGEFORM, que controla o Coworking São Paulo, tem o direito de modificar esta Política de Privacidade a qualquer momento, sem aviso prévio, publicando sua versão atualizada nesta página de internet.

Voltar ao sumário

 

GLOSSÁRIO

ANONIMIZAÇÃO: técnica que remove ou modifica informações que possam identificar uma pessoa.

ANPD (AUTORIDADE NACIONAL DE PROTEÇÃO DE DADOS): órgão brasileiro da administração pública responsável por zelar, implementar e fiscalizar o cumprimento da LGPD em todo o território brasileiro.

BASE DE DADOS: fontes de informação pesquisáveis de modo interativo ou conversacional guardadas em um arquivo físico ou eletrônico.

DADO PESSOAL: informação relacionada à pessoa natural identificada ou identificável. São exemplos de dados pessoais:

  • Nome e sobrenome;
  • Idade (data de nascimento);
  • Endereço;
  • E-mail;
  • Endereço de IP;
  • Cargo em exercício;
  • Número de identidade;
  • CPF;
  • RNE;
  • Número de passaporte.

DADOS PESSOAIS SENSÍVEIS: dados específicos que abrangem a origem racial ou étnica da pessoa, convicção religiosa, opinião política, filiação a sindicato ou organização de caráter religioso, filosófico ou político; dados referentes à saúde ou à vida sexual; e dados genéticos ou biométricos quando vinculados a uma pessoa.

USUÁRIO: qualquer pessoa que utiliza alguma ferramenta digital.

CLIENTE: pessoa jurídica que compra os serviços da ENGEFORM.

COOKIES: informações armazenadas no navegador de internet (browser) do computador ou dos dispositivos móveis do usuário. Estes dados permitem que um website registre as ações e preferências do usuário para facilitar sua navegação.

COLETA: nesta Política de Privacidade, é o processo de recolhimento de dados pessoais.

COLABORADOR: membro da liderança, ocupante de funções gerenciais, empregado direto ou indireto, contratado, estagiário e jovem aprendiz que desenvolvem atividades da ENGEFORM.

CONTROLADOR: pessoa natural ou jurídica, de direito público ou privado, à qual competem as decisões referentes ao tratamento de dados pessoais.

DATA PROTECTION OFFICER (DPO): também chamado de Encarregado de Dados, é o responsável por coordenar e assegurar a conformidade com a Política de Proteção de Dados e requisitos legais/regulamentares locais aplicáveis. Este profissional também atua como o principal ponto de contato com os titulares dos dados e com a ANPD.

ENGEFORM: organização composta de ENGEFORM Engenharia, ENGEFORM Energia Renovável e ENGEFORM Desenvolvimento Imobiliário.

FORNECEDOR: pessoa física ou jurídica que oferece um determinado produto ou serviço para a ENGEFORM.

OPERADOR: pessoa física ou jurídica, de direito público ou privado, que realiza o tratamento de dados pessoais em nome do controlador.

PARCEIRO COMERCIAL: pessoa física ou jurídica que estabelece acordo de cooperação com a ENGEFORM para atingir interesses comerciais em comum.

TRATAMENTO: toda operação realizada com dados pessoais, desde o momento da coleta até o descarte.

TERMO DE CONSENTIMENTO: documento que coleta manifestação favorável ao tratamento dos dados pessoais.

TITULAR DOS DADOS PESSOAIS (titular): pessoa física a quem se referem os dados pessoais.

Voltar ao sumário

Dúvidas? Envie sua mensagem pelo WhatsApp.