O Home Office é para todos?

O Home Office é para todos?

Tempo de leitura: 3 minutos

Há quem diga que o home office aumenta a produtividade e eleva o nível de bem-estar do time. Mas, será que é assim para todo mundo?

Uma pesquisa da Fundação Dom Cabral, realizada em maio de 2021, em parceria com a Grant Thornton Brasil, mostra que 58% dos brasileiros se sentem mais produtivos trabalhando de casa. No entanto, ainda segundo o estudo, essa sensação de produtividade pode ser falsa, bem como a percepção de equilíbrio e bem-estar no home office.

A iniciativa também apresentou os receios para a continuidade do trabalho remoto. Para 20,6% dos entrevistados, o maior deles é a perda do convívio social, seguido de maior carga de trabalho no home office (15,5%) e piora de comportamento por ausência de convívio (13,5%). Já entre os principais obstáculos do modelo estão o volume maior de horas trabalhadas”, apontado por 24% dos respondentes, dificuldade de relacionamento e dificuldade de comunicação, ambos com 16%.

De fato, o excesso de trabalho experimentado no home office pode gerar certa alienação e pode ser confundido com produtividade, o que, em longo prazo, potencializa a perda de propósito e motivação do colaborador.

E o cenário fica ainda mais sensível quando se “coloca na balança” a estrutura familiar. Para muitos,  conciliar o trabalho, reuniões, estudos das crianças, afazeres domésticos e lazer em um único espaço é ainda mais exaustivo. No caso das mulheres que são mães, também a questão da sobrecarga, já que a ausência temporária das escolas aliada ao sentimento de “tenho que dar conta de tudo”, levou ao esgotamento físico e mental de muitas.

Apesar do cenário, para alguns caótico, esse home office forçado teria outra forma e significado com as escolas abertas e sem pandemia. Então, não há uma resposta certa para a questão de o trabalho em casa ser melhor ou pior. Cada um reage e se adapta de uma forma diferente.

No Coworking São Paulo acreditamos que o futuro do trabalho será a cada dia mais flexível. E neste contexto, muitos escritórios (e empresas) passarão por adaptações.

Espaços mais acolhedores, com ambientes diversificados e que permitem tanto atividades colaborativas quanto individuais tendem a crescer. Neste quesito, nós somos experts!

Se você está pensando em no futuro do trabalho na sua empresa e considerando o formato híbrido com o objetivo de reduzir os altos custos com a locação tradicional de espaços para escritório, entre em contato com o nosso time de especialistas. Nós podemos te ajudar.

*Por Nathalie Brito, Gerente de Imobiliário da Engeform Desenvolvimento Imobiliário e do Coworking São Paulo

 

 

Dúvidas? Envie sua mensagem pelo WhatsApp.